COORDENADORA DO CURSO DE NUTRIÇÃO
Professora Especialista: Juraciara Alves de Oliveira Abreu

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal da Bahia. Especialista em Medodologia do Ensino Superior pela Universidade Estadual do Maranhão e Nutrição Clinica pelo UNINTER (em curso).

Curricullum lattes:http://lattes.cnpq.br/8563271585271516

Portaria de reconhecimento: n° 115. 17 de Fevereiro de 2014
Modalidade: Bacharelado
N° de vagas: 100
Turno: matutino
Horas/aula: 3236 horas
Duração: de 8 a 10 semestres


MISSÃO DO CURSO

A missão do Curso de Nutrição do IESMA é formar profissionais éticos e qualificados, com competências para atuar em equipes multidisciplinares, que tenham como instrumento de trabalho o alimento e os aspectos da nutrição,considerando os conhecimentos biológicos, políticos, sociais e culturais do indivíduo e da coletividade.

PERFIL DO EGRESSO

 
Define-se como Bacharel em Nutrição, o egresso universitário da área de saúde que está capacitado para programar, executar, assessorar, supervisionar e avaliar programas de assistência, educação, administração e outras de caráter multi e interdisciplinares na área de Alimentação e Nutrição direcionadas as comunidades, instituições e indivíduos.

Assim, o Curso de Nutrição do Instituto de Ensino Superior do Sul do Maranhão busca formar profissionais da mais alta qualidade científica e técnica capaz de:

1. Compreender a natureza biopsicossocial do homem e sua inter-relação com a complexidade da situação nutricional para atuar na formação, proteção, tratamento e reabilitação da saúde, tanto em nível individual como da coletividade.

2. Adotar um enfoque crítico e objetivo da realidade social, na qual irá atuar, modificando, selecionando a alternativa que melhor se ajuste a solução dos problemas alimentares e nutricionais.

3. Atuar articulando as bases integrais dos conhecimentos biológicos, políticos, econômicos e sociais, em todas as áreas em que a alimentação e a nutrição são indispensáveis para a preservação, promoção e recuperação da saúde de indivíduos e grupos populacionais;

4. Executar atividades técnico-científicas inerentes ao campo da nutrição e alimentação humana, com percepção crítica da realidade sócio-econômica, política e cultural em nível individual e coletivo; ser um educador para a saúde nutricional, aptos para a comunicação em saúde e para uma prática equilibrada nas relações interpessoais;

5. Assumir como missão a promoção e preservação da saúde da sociedade, atuando individualmente ou integrado aos seus pares e demais profissionais que constituem as diferentes equipes interdisciplinares no ensino e na assistência do Serviço de Saúde;

6. Ter uma visão crítica da realidade sócio-política e econômica do país, da região e local, de modo a estar instrumentalizado para uma participação efetiva no âmbito da saúde nutricional das populações; ter capacidade para discutir com o paciente, sua situação nutricional e a conduta adequada para condução do caso, com empatia e responsabilidade.